DE BÉBÉ É QUE SE TORCE O PEPINO…

Maio 24, 2011

Paula Calisto: –  O que te levou a apostar nesta reedição (arte plural) da «Alimentação Vegetariana»?
Terá sido facto de teres sido Mãe, pela terceira vez, há pouco meses de um bébé que já está acomeçar a seguir oa 1ºs passos da alimentação vegetariana para bébé e achares, portanto, mais que oportuno, alertar «para que os alimentos de origem vegetal podem substituír a carne e o peixe na alimentação das crianças, tornando-as saudáveis e menos atreitas a problemas alérgicos»?
Gabriela Oliveira – «Talvez tudo isso tenha tido alguma influência mas não só.
Como sabes, deixei de comer carne há 14 anos e cá em casa somos todos vegetarianos, desde o pai ao mais pequenino. Decidi escrever o livro porque não encontrava nas livrarias nada específico sobre alimentação vegetariana para crianças e apercebi-me que havia essa lacuna. E porque em contacto com pais e médicos reparei que não sabiam a partir de que idade é que se pode dar os alimentos típicos da cozinha vegetariana.

A minha intenção é que aqueles pais que são vegetarianos não deixem de o ser só porque têm um bebé em casa: podem ter filhos vegetarianos e ficar descansados em relação a isso. Hoje há uma maior abertura mas ainda existe muito receio, mais por falta de informação e também pela pressão dos outros para que sigam os padrões ditos “normais”.

Mas o livro também tem o objectivo de chegar aos pais que têm uma alimentação dita tradicional e que queiram diversificar, fazendo algumas refeições vegetarianas para os filhos, a par da carne e do peixe. Se isso acontecer, já é um bom sinal e valeu a pena» –  afirma Gabriela Oliveira.

P.C. – Mas aquela conversa de crianças subnitridas porque são vegetarianas e que as mães só lhes dão iogurtes? Não será isso uma falsa questão para encobrir alguma preguiça e incúria?
G.O. – «Se só comerem iogurtes, claro que há incúria e desconhecimento. Porque seja em que regime for, as crianças não correm riscos de subnutrição desde  que lhes seja dada uma alimentação correcta, variada e adequada à idade. As crianças vegetarianas comem o mesmo que as outras crianças com excepção da carne e do peixe, que substituem por proteínas de origem vegetal.
E os bebés logo a partir dos 6 meses, depois de iniciarem as frutas, os cremes de legumes e as papas, podem comer as proteínas de origem vegetal (o tofu e soja) nas sopinhas. Aliás o livro lida com todas essas questões e com as ideias falsas que se criam à volta dos alimentos vegetarianos». Aqui ficam alguns pratos, de receitas, que constam do livro, que se comem com os olhos

SEITAN


TARTE DE ESPINAFRES

  TOFU



PUDIM DE CHOCOLATE


O livro, já à venda em todas as livrarias, tem inúmeras receitas, desde as mais básicas, como as primeiras sopas a dar aos bebés, às mais elaboradas, que tanto dão para as crianças como para os pais. Receitas de croquetes, empadas, hambúrgueres, empadas… com soja, sobremesas com geleias naturais e sem açúcar, etc.
Esperemos que ele ajude a acabar com certos preconceitos e que passemos, de quando em quando, a fazer uma refeição vegetariana. Desintoxica o organismo e há pratos – verdadeiros pitéus – confecionados, primorosamente, em deerminados restaurantes. Um deles «Os Tibetanos» fica na Rua do Salitre outro, na Rua Ivens, em frente ao Grémio Literário e muitos outros (referi-me aos que melhor conheço, mas há inúmeros por este país fora). Façam uma pesquisa no Google e ficarão, tal como eu, espantados com as largas dezenas de restaurantes vegetarianos de Norte a Sul de Portugal e Ilhas.
E não é necessário ser radical. Eu jamais deixaria de comer peixe mas, penso que o meu organismo agradece cada vez, que come menos carne.
Não é tanto a filosofia subjacente que me impulsionou a abordar este tema mas sim uma questão de saúde.
Colaborei, em várias reportagens, com a Gabriela Oliveira e sempre a conheci calma e saudável trazendo, sempre com ela, aqueles biscoitinhos fantásticos que ajudavam a matar a fome nas nossas maratonas de 10/12 horas de trabalho. Para mim, chegou a hora de experimentar algumas das receitas que constam deste livro! Talvez venha a acontecer o mesmo consigo!
Fonte
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: