Universo infantil – Luciene Cardoso

Quando pensamos num bom livro para crianças e ao mesmo tempo nos preocupamos sobre que valores vamos passar a respeito dos animais não humanos, parece ser difícil encontrar algum que seja proveitoso para ambos. As crianças gostam dos animais que aparecem nas histórias, mas nem sempre esses animais são retratados de uma forma que respeite suas características, assim, pais e professores se veem, às vezes, perdidos.

Agora, imagine um livro em que tanto a criança humana como o animal não humano são respeitados em suas características próprias. A criança como um ser pensante, curioso, preocupado, amoroso. O animal como um ser com vida própria, livre, que se comunica, se alimenta e está exposto aos perigos impostos pelos humanos. Tudo isso sem ser piegas.
Pois bem, esse livro é Quero escrever uma história, escrito e ilustrado por Mercè Arànega, publicado no Brasil pela editora Salesiana.
A autora nos fala sobre uma menina de seis anos que precisa fazer uma tarefa escolar e contar uma história sobre um animal. Ela, que gosta muito das baleias, resolve escrever sobre uma baleia enorme, a maior que já existiu. Mas, na escola, percebe que essa história já existe e ela quer criar, fazer algo que ninguém pensou. É então que ela vai pesquisar sobre as baleias e descobre muitas coisas, não só sobre elas, mas sobre outros animais. Descobre como se movimentam, como se comunicam, de que se alimentam etc.
Assim a autora estimula a imaginação da criança, fazendo-a pensar para sair do óbvio, pois para a menina e para maioria de nós a primeira característica que nos vem à cabeça sobre as baleias é que elas são grandes. Mas e as outras características que fazem esse animal ser especial e único na natureza? Onde ficam?
A história entra também na questão dos animais em extinção. Tanto Marta, a protagonista da história, como os outros colegas de classe descobrem que algumas espécies correm perigo de, um dia, não mais existirem.
Quero escrever uma história é um livro que fala por si, mas os pais e professores podem enriquecer muito mais a questão, se souberem estimular a criança a pensar sobre como tratamos os animais não humanos. Sobre o que o ser humano anda fazendo com a natureza e tudo o que faz parte dela e principalmente que a própria criança faz parte do mundo e que deve respeitar todas as formas de vida.

Autor: Mercè Aràgana
Tradução: Caline Canata Devèze
Aprendem sobre o respeito aos animais e suas vidas. Fala sobre animais em extinção. Mostra os animais como eles são de verdade. Fala sobre características dos seres vivos e até de um vírus. A partir do interesse da menina pelas baleias, vão se formando interesses por outros animais, como pandas, elefantes…
Se o professor souber trabalhar alguns aspectos, como o fato de a menina gostar de baleias e estar preocupada com elas, pode levar à pesquisas sobre outros animais em extinção ou não.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: