Remédios caseiros Naturais para crianças

Janeiro 4, 2011

Qualquer pai ou mãe conhece as dificuldades e dúvidas que se colocam quando uma criança adoece: será o problema sério, são necessários medicamentos, quanto tempo vão durar os sintomas.

Na realidade, a maioria dos problemas de saúde infantis não são graves, reflectindo ajustamentos que o organismo da criança tem que fazer para se adaptar a circunstâncias internas e/ou externas. Uma tosse é uma tentativa do organismo expelir mucos alojados no sistema respiratório, assim como uma febre tem como objectivo ajustar o corpo a uma qualquer circunstância mais extrema. O mesmo é verdade em relação à maioria dos outros sintomas vulgarmente apresentados pelas crianças.

É óbvio que existem sintomas que podem ser indicadores de uma doença séria e deve-se consultar um médico para aferir da gravidade ou não da situação.

No entanto, é possível lidar com muitos sintomas infantis comuns sem recorrer a medicamentos químicos com efeitos secundários não desejáveis e que devem ser usados apenas quando estritamente necessário, ou o organismo vai perdendo a capacidade natural que tem para se curar a si mesmo, tornando-se muito menos resistente a agentes patogénicos e diminuindo assim a sua imunidade.

Neste artigo pretendo mencionar uma série de tratamentos externos tradicionais, que podem sem qualquer perigo ou efeitos secundários ser utilizados para um bom número de problemas infantis comuns. Estes remédios devem ser utilizados quando tiver a certeza de que o problema a ser tratado não é grave e não dispensam uma ida ao médico para ter um diagnóstico e recomendações.

Podem igualmente ser utilizados por Pais/Mães e Filhos.


Emplastro de Batata

Para febre, contusões, abcessos, sinusite.

Preparação e Aplicação: Misture 50-60% de batata ralada (à qual previamente se retirou a casca) com 40-50% de folhas verdes esmagadas ou cortadas muito miudinhas (pode utilizar espinafre, agrião, rama de nabo, alface, etc.). Adicione farinha de trigo para ligar até obter uma pasta.

Esta pasta deve ser aplicada directamente sobre a pele e coberta com uma gaze, ligadura ou toalha de algodão.

Mantenha durante 2, 3 ou 4 horas. No caso de febre, até a febre baixar.

Emplastro de Mostarda

Particularmente bom para problemas respiratórios, em especial tosse e asma.

Preparação e Aplicação: Esmague sementes de mostarda até ficarem em pó, ou utilize mostarda em pó. (No caso de aplicar este tratamento em crianças pequenas, adicione a mesma quantidade de farinha branca, ou o emplastro é demasiado forte). Adicione água quente lentamente, mexendo muito bem numa só direcção. Deve obter uma pasta que não é nem muito seca nem muito húmida.

Coloque esta pasta numa toalha de papel ou em papel cera dobrado ao meio, de modo a que a pasta de mostarda fique no interior.

Coloque sobre a área que vai tratar uma toalha de algodão, aplique depois o papel com a mostarda no interior, e uma outra toalha de algodão por cima.

Mantenha o emplastro até que a pele esteja vermelha e se torne difícil suportar o calor (cerca de 15-20 minutos.

Nota: Deve Ter cuidado para que não haja o contacto da mostarda com a pele, evitando eventuais queimaduras.

Emplastro de Sal

Excelente para dores de estômago, dores abdominais, diarreia.

Preparação e Aplicação: Aqueça sal numa frigideira até este ficar bem quente. Embrulhe o sal numa toalha de algodão espessa, e aplique na área afectada.

Mantenha o emplastro até este arrefecer, podendo depois, se ainda necessário, voltar a aquecer o sal, e tornar aplicar.

Emplastro de Tofu (queijo de soja)

Para baixar a febre, inchaços, processos inflamatórios.

Preparação e Aplicação: Esprema o Tofu se este tiver muita água e esmague-o num almofariz. Junte uma pitada de gengibre fresco ralado (opcional) e farinha suficiente para ligar (10-15%).

Coloque este emplastro com uma espessura de cerca de 1 cm numa gaze ou pano de algodão e aplique directamente sobre a pele durante um máximo de 2 horas.

Nota: O Tofu é fácil de obter na maioria das lojas de produtos naturais e em alguns supermercados.

Sumo de Maçã

Para dores de cabeça.

Preparação e Aplicação: Rale uma maçã e esprema o sumo com uma gaze. Mergulhe um tecido de algodão neste sumo e esfregue na testa.

Emplastro de Clorofila

Para febres e processos inflamatórios (apesar de não tão eficaz como os emplastros acima descritos, é ainda assim uma boa alternativa, especialmente se a febre não for muito alta).

Preparação e Aplicação: Corte folhas verdes (couve, espinafre, rama de nabo, nabiças, etc.) em pedaços muito pequenos e esmague-as depois num almofariz. Pode adicionar 10 a 20% de farinha de trigo a esta pasta.

Espalhe a mistura com cerca de 1 cm de espessura num tecido de algodão ou num pedaço de papel. Aplique directamente sobre a pele e deixe ficar durante 2-3 horas

Óleo de Sésamo (gergelim)

Particularmente bom para dores de ouvidos e para amolecer cera endurecida no ouvido de forma a ajudar a sua remoção.

Preparação e Aplicação: Aqueça o óleo de sésamo até este ficar morno. Aplique 2 ou 3 gotas no ouvido afectado.

O óleo de sésamo pode também ser aplicado (neste caso frio) em problemas de pele, particularmente se existirem fissuras.

Nota: O óleo de sésamo pode ser adquirido na maioria das lojas de produtos naturais.

Água Salgada morna

Em gargarejos, para inflamações de garganta (o acto de gargarejar assim como o calor da água estimulam a circulação de sangue local, enquanto que o sal actua como anti-séptico).

Preparação e Aplicação: Dissolva sal marinho integral em água, de forma a que esta fique tão salgada como a água do mar. Aqueça até ficar morna e gargareje repetidas vezes.

Banho Quente de Água Salgada

Para descontrair crianças (ou adultos) hiperactivas; ajuda também a fortalecer os rins e melhorar a imunidade.

Preparação e Aplicação: Adicione 2 mãos cheias de sal marinho grosso a uma banheira com água quente.

Tomar banho nesta água durante 15-20 minutos.

Banho de Pés em Água Quente

Útil no caso de problemas circulatórios, insónias.

Preparação e Aplicação: Mergulhar os pés em água quente durante 10 minutos, antes de dormir.

Pode também adicionar sal ou gengibre fresco ralado à água.

Compressas de Chá

Para problemas visuais, particularmente olhos inflamados.

Preparação e Aplicação: Toste Chá Três Anos (ou Bancha) e ferva em água durante pelo menos 5 minutos; adicione cerca de 5% de sal. Aplique compressas com este líquido morno.

Para olhos inflamados deve aplicar as compressas 3 vezes por dia durante 10-15 minutos.

Nota: O Chá Três Anos pode ser adquirido em casas de produtos naturais

Emplastro de Nabo

Para feridas; não só diminui a dor, mas cicatriza também qualquer sangramento interno. Numa ferida grande, repetir o tratamento durante vários dias seguidos.

Preparação e Aplicação: Rale 1/3 de um nabo grande; não utilize o sumo.

Aplique esta raiz ralada directamente na área a ser tratada e deixar durante 15-30 minutos. Renovar então o emplastro.

Compressa de Gengibre

As compressas de gengibre são um dos tratamentos naturais mais utilizados no Extremo Oriente e podem ser usadas para uma grande variedade de situações, tais como:

Dores agudas ou crónicas, como em reumatismo; torcicolo, tensão nos ombros.

Bronquite, asma, cólicas intestinais, prisão de ventre, diarreia, cólicas renais, infecções da bexiga.

Em tecidos danificados, as compressas de gengibre podem ajudar a acelerar a regeneração das áreas afectadas (por exemplo em fracturas ósseas).

Este tratamento não deve no entanto ser utilizado nos seguintes casos:

no ventre de uma mulher grávida.
no crânio.
em bebés pequenos (até 2 anos de idade).
com febres altas.
nunca utilizar em casos de pneumonia ou apendicite.
Preparação e Aplicação: Coloque água ao lume (pelo menos 1 litro), preferivelmente num tacho de aço inox ou esmalte.

Entretanto, rale num movimento circular gengibre fresco (deve utilizar cerca de 100-110 gramas de gengibre fresco para cada 4 litros de água) até este ficar todo ralado. Coloque o gengibre num saco de pano ou embrulhe-o numa gaze, fazendo uma ‘bola’ que deve atar com um cordel.

Quando a água estiver a ferver, baixe a chama, de modo a que esta se mantenha mesmo abaixo do ponto de ebulição, e esprema o suco do gengibre para a água, adicionando depois a ‘bola’. Espera mais 5 minutos até a água ficar amarela e exalar um cheiro a gengibre. (Pode de vez em quando espremer a ‘bola’ com uma colher de pau de modo a esta libertar mais suco).

Mantendo sempre a água abaixo do ponto de ebulição, mergulhe nesta uma toalha de algodão e esprema-a, aplicando depois na área desejada (aplique a toalha quente, mas sem queimar).

Sempre que a toalha comece a arrefecer, mergulhe-a outra vez na água e volte a aplicar, repetindo o tratamento durante pelo menos 20-30 minutos, até a pele ficar vermelha.

Nota 1: Não deve colocar sobre a toalha qualquer plástico ou borracha com o objectivo de a manter quente durante mais tempo. Tal processo não deixa que as toxinas que se libertam quando da realização da compressa, saiam livremente; neste caso, isso pode ser prejudicial para a saúde.

Nota 2: O gengibre pode ser obtido na maioria dos supermercados, charcutarias e casa de produtos naturais.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: